O impacto da iluminação pública com LED na vida do consumidor.

As luminárias de LED tem se popularizado e estão presentes nas revitalizações de iluminação em várias cidades e metrópoles do mundo. Alguns projetos custam bilhões, mas esse investimento pode reduzir a conta do consumo até pela metade, além de ganhar economia com a baixa manutenção.

 

Além disso, a iluminação pública pode melhorar vários fatores no cotidiano na vida dos consumidores.

Veja algumas dessas vantagens:

 

SEGURANÇA

A iluminação pública está diretamente ligada a segurança, inclusive sempre está nas pautas de reivindicações populares.

Além de diminuir a criminalidade, ajuda a reduzir acidentes noturnos no trânsito ou até mesmo de pedestres.

Aqui nesse post, falamos mais sobre a relação da iluminação de LED com a segurança.

 

TELEGESTÃO: ECONOMIA

Quando acontece a reestruturação luminotécnica de centros urbanos para a tecnologia de LED, é preciso gerenciar de perto esse investimento, pois são muitas luminárias para controlar.

O sistema de telegestão controla e monitora todos os pontos da cidade, portanto quando um circuito queima, a gestora da iluminação é notificada. Permitindo o monitoramento em tempo real. Além de poder controlar a intensidade luminosa, para que alguns pontos não iluminem em excesso e outros aumentam se necessário.

 

MEIO AMBIENTE

As Luminárias comuns feitas de vapor de sódio, de mercúrio ou de vapor metálico devem ser descartadas com cuidado, de forma especial, por conta de metais pesados.

O LED não possui metais tóxicos em sua composição, os componentes dele são recicláveis, podendo ser descartado de forma mais simples. A alta durabilidade do LED também diminui a quantidade de lixo.

Por consumir menor quantidade de energia, diminui a quantidade de CO2 emitida na atmosfera, ajudando no combate do aquecimento global.

 

QUALIDADE DE VIDA

Além de ser essencial para a segurança, a iluminação artificial pode causar nas vias poluição luminosa, que ocorre quando a iluminação usada de forma excessiva e incorreta, como o ofuscamento causado pelo excesso de luz, gerando cegueira momentânea e também sendo perigoso para o trânsito.

Outro tipo de poluição luminosa é a luz intrusa, e acontece quando a iluminação vai para um ambiente interno ou para o alto. O brilho do céu, é outro tipo de poluição luminosa. Acontece quando as luzes sobre as cidades podem ser vistas até do espaço, atrapalhando inclusive a ter um céu estrelado.

A poluição luminosa também atrapalha o ciclo natural dos seres vivos. Então quanto mais o feixe de luz das luminárias na iluminação pública é focado nas vias, é melhor para os pedestres, motoristas, ecossistema e estrelas.

0 respostas

Deixe uma resposta

Quer entrar na discussão?
Contribua com a gente nos comentários!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *